Tira Dúvidas de Direito

Assine nossa Newsletter

Oferecemos atualização mensal sobre Direito, Cidadania & Educação

Veja aqui a última edição!


O que é legitimidade ativa, passiva, réu e autor em um processo? (V.O.L.B / RJ)

21 de junho de 2013 19:35
postado por Administrador ELD
Imprimir
Procon-RJ

Partes legítimas são as pessoas titulares da relação jurídica material objeto da demanda. Assim, pode ser autor quem atribui a si o direito que pleiteia. Pode ser parte ré aquele a quem o autor atribui o dever de satisfazer sua pretensão. A legitimidade – que é uma das condições da ação (art. 6º, do CPC, e também art. 267, VI, do mesmo diploma legal) – não se confunde com o próprio mérito. Ela se restringe a uma análise superficial acerca da pessoa que o autor da ação aponta como devedor da satisfação de sua pretensão e de quem aponta como titular do direito correspondente à providência judicial que pede, sendo analisada em tese.

Dessa forma, uma parte é chamada autora porque se apresenta ao Estado-juiz como detentora do direito que alega, tendo legitimidade ativa para propor a ação – ou seja, iniciar um processo – contra o réu, que por ser aquele que, supostamente, satisfará a pretensão indicada pelo autor, tem legitimidade passiva para tanto e dessa forma figura no processo como aquele de quem o autor exige o cumprimento da obrigação a ele demandada.

Veja um exemplo prático na pergunta:

Quem tem legitimidade para figurar no pólo passivo de ação que visa a equiparação de auxílio alimentação ao concedido a servidor do TCU? ( T.- Manaus /AM)

Outras respostas que podem interessar:




Comments are closed.